FANDOM


Mais sobre este artigo:
Filme logo1 Vídeos selecionados

Uma objeção teísta consiste em afirmar que a religião dá inspiração para a arte.[1]

Esta objeção é ruim porque ela não apenas não ajuda em estabelecer a veracidade de qualquer religião e suas crenças, como também levanta uma questão irrelevante sobre a validade das mesmas. Esse último ocorre porque o uso da religião como inspiração para a arte se deve provavelmente sobre a influência desta sobre as sociedades passadas (como a medieval européia) do que sobre alguma valiosidade em especial que ela poderia trazer para a arte. Isso é demonstrado observando-se que muitas das obras com inspiração religiosas eram meramente encomendadas (e.g. a Capela Sistina, de Michelangelo[fonte?]) e que muitas obras artísticas de ótima qualidade, como as peças teatrais de Shakespeare, não obtiveram nenhuma influência religiosa significativa.[1] Mesmo as obras religiosas legítimas, como as músicas de Johann Sebastian Bach (que era um cristão luterano convicto), mesmo que jamais teriam sido criadas sem a inspiração religiosa, não nos trazem nenhuma evidência de que outras obras, igualmente grandiosas mas sem influência religiosa, não poderiam ter sido criadas em seus lugares.

A influência religiosa sobre obras de arte, portanto, é irrelevante para a discussão entre teísmo e ateísmo.

Referências

  1. 1.0 1.1 Arguments Against Atheism - Religion provides inspiration for great art (em inglês). Arguments for Atheism. Página visitada em 16 de fevereiro de 2011.


Objeções comuns contra ateísmo e teísmo

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.