Wikia

Teonis Wiki

Atributos de Deus

Talk0
1,173pages on
this wiki
Este artigo na Teonis Wiki:
Filme logo1 Vídeos selecionados
25px Sandbox
Saiba mais sobre Atributos de Deus:
Wikipedia-logo Wikipedia anglófona e lusófona

       O Deus Trino ("Deus judaico/cristão") possui uma série de atributos que O caracterizam. Estes atributos são muito importantes porque ajudam a identificar quem é Deus e quem não é, e especialmente entender a diferença entre deuses pagãos e o Deus Vivo e Verdadeiro - sobretudo porque muitas religiões professam também cultuar ao mesmo Deus, só que de forma diferente.

Os atributos de Deus também são muito importantes para os estudos teológicos e no campo da filosofia da religião, uma vez que muitos destes atributos, por serem mal compreendidos, acabam por gerar controvérsias em suas interpretações, sobretudo nos argumentos ateus contra a existência de Deus.

A importância dos atributos Edit

O conhecimento dos atributos de Deus é muito importante para um indivíduo que deseja entender como Deus é. Os atributos exclusivos e morais definem as características de Deus que são fundamentais na tentativa de compreender certas atitudes de Deus que, muitas vezes, são incompreensíveis aos seres humanos e, muitas vezes, devido a um mal conhecimento sobre esses atributos, ou a compreensão destes através de meios extra-bíblicos (normalmente dicionários) que acaba por gerar supostas incoerências na compreensão da existência de Deus (ex.: o paradoxo da onipotência).

Para a compreensão dos atributos de Deus, é necessário que se consulte as definições bíblicas de quem Deus é; jamais dicionários ou crenças pessoais. A utilização de definições de dicionários e crenças torna a tentativa de compreensão de Deus consideravelmente instável, correndo sérios riscos de algum atributo ser esquecido. Um exemplo vem do site ateu Why Won't God Heal Amputees?, que no artigo The Standart Model of God (O Modelo Padrão de Deus), o autor do site utiliza crenças cristãs como base para fundamentar 10 características/atributos de Deus, não citando versículos bíblicos uma única vez sequer. Neste exemplo, o resultado esperado pode ser visto: o autor citou atributos de Deus que lhe eram úteis para suas futuras críticas ateístas, mas características fundamentais (como a justiça de Deus) não foram mencionadas uma única vez sequer ou poucas vezes.

No entanto, é notável que os atributos de Deus não definem Deus, embora sejam muito úteis para responderem à pergunta "o que significa 'ser Deus'?" já que, pelo que se sabe, somente Deus possui os Seus atributos. Já Deus é, em essência, "uma pessoa que possui os atributos divinos".

Atributos exclusivos de Deus Edit

Há uma série de atributos que são únicos, próprios de Deus - isto é, ninguém mais o tem senão Ele -. Estes atributos são normalmente aqueles que O diferem dos deuses criados (pagãos), bem como os que normalmente geram más incompreensões e, por fim, as supostas incoerências acerca de Deus.

Deus é a Causa, a Origem, o Criador Edit

Deus é a Causa, a Origem, o Criador, a Fonte ou qualquer adjetivo semelhante para todas as coisas que existem além dEle mesmo, sendo Ele a base de todas as coisas (conjunto à outras entidades necessárias, como a matemática).

Deus é onipresente Edit

Ver artigo principal: Onipotência

Em outras palavras, Deus está presente em todos os lugares "que há lugar" e em um só tempo. Existe um lugar, um espaço? Deus está ali. O salmista afirma claramente que, não importa onde formos, Deus estará ali (Sl 139:7-12; cf. Jr 23:23-24; At 17:27-28). Nisso, Deus observa tudo o quanto fazemos e não há nada que façamos em oculto, por mais que tentemos, que Ele não ficará sabendo (diga-se de passagem, antes mesmo de fazê-lo, Ele já saberá por sua onisciência).

Deus é onisciente Edit

Ver artigo principal: Onisciência
Veja também: Presciência

Deus sabe todas as coisas que Ele quer saber e que são possíveis de serem sabidas no que diz respeito à informações (Sl 139:1-6). Isso pode ser explicado da seguinte forma: "É possível?" "É." "Então Deus sabe.".

Deus conhece não somente o nosso procedimento, mas também nossos pensamentos (1 Sm 16:7; 1 Rs 8:39; Sl 44:21; Jr 17:9-10) e "pensamentos do inconsciente", que nem nós sabemos (as funções biológicas cerebrais que determinam as reações físicas ligadas à nossa consciência e relação com o meio, como um pulo "automático" para escapar de um atropelamento por um veículo) e desejos mais íntimos. Quando a Bíblia fala da presciência de Deus (Is 42:9; At 2:23; 1 Pe 1:2), significa que Ele conhece com precisão a condição de todas as coisas e de todos os acontecimentos exequíveis, reais, possíveis, futuros, passados ou predestinados (1 Sm 23:10-13; Jr 38:17-20). A presciência de Deus não subentende determinismo filosófico. Deus é plenamente soberano para tomar decisões e alterar seus propósitos no tempo e na história, segundo a sua própria vontade e sabedoria. Noutras palavras, Deus não é limitado à sua própria presciência (veja Nm 14:11-20; 2 Rs 20:1-7).

Deus é Todo-Poderoso Edit

Ver artigo principal: Onipotência

Deus é o Todo-Poderoso, i.e., Ele não tem poder; Ele tem todo o poder.

Esta característica normalmente é erroneamente interpretada como Deus sendo onipotente (e, por vias de simplificação, o Teonismo também faz uso desse termo), mas se onipotência for considerada como "capacidade (ou poder) de poder fazer tudo" (como criar tudo, executar tudo, ter total autoridade, etc.), Deus passa a não ser onipotente, uma vez que a Bíblia expressa claramente que Deus não pode fazer tudo (ex.: 2 Tm 2:13).

Ter "todo o poder" significa que Deus tem poder para tudo o que é possível (ser feito, criado, imaginado, sabido, etc.)[nota 1] e detém a autoridade total sobre todas as coisas e sobre todas as criaturas (Sl 147:13-18; Jr 32:17; Mt 19:26; Lc 1:37), sendo "o grau máximo em autoridade e poder" entre tudo o que existe (tanto no mundo natural quanto no espiritual e outros além, se existem). Como C. S. Lewis atesta na sua obra Cristianismo Puro e Simples:

Cquote1 Sua onipotência inclui poder de fazer tudo o que é intrínsecamente possível, não fazer o intrínsicamente impossível. Você pode atribuir milagres a ele, mas não contra-senso. Cquote2
[1]

Isso jamais quer dizer que Deus empregue todo o seu poder e autoridade em todos os momentos. Um exemplo clássico é o de Deus ter poder para acabar com todo o pecado, mas optou por fazer isso somente no fim da história humana. Em muitos casos, Deus limita o seu poder (i.e. a manifestação do seu poder) quando o emprega através do seu povo (2 Co 12:7-10) e, quando isso acontece, a manifestação do seu poder depende do grau de entrega e submissão a Ele dos indivíduos em questão.

Deus é transcendente Edit

Ver artigo principal: Transcendência

Deus é diferente e independente da sua criação (ver Ex 24:9-18; Is 6:1-3; 40:12-26; 55:8-9). Seu ser e sua existência são infinitamente maiores e mais elevados do que a ordem por Ele criada (1 Rs 8:27; Is 66:1-2; At 17:24-25). Ele subsiste de modo absolutamente perfeito e puro, muito além daquilo que Ele criou. Ele mesmo é incriado e existe à parte da criação. A transcendência de Deus não significa, porém, que Ele não possa estar entre o seu povo como seu Deus (Lv 26:11-12; Ez 37:27; 43:7; 2 Co 6:16).

Deus é atemporal Edit

Uma característica implícita em ser eterno e transcendente é o ser atemporal. Isso é cientificamente possível uma vez que o tempo, como afirma a Teoria da Relatividade Geral, é a quarta dimensão do Universo (ao lado do comprimento, largura e altura, passando o conjunto a ser chamado de espaço-tempo), algo que se aplica, portanto, ao Universo em si, mas não a Deus que, além de ser espírito, está acima de tais leis. Em outras palavras, o tempo pode existir, variar e invariar e isso não afeta a Deus podendo Ele, sim, afetar o tempo. Isso também explica o porque que é impossível responder-se à pergunta "Quando que Deus nasceu?" de outra forma que não "Deus sempre existiu", pois é meramente impossível determinar o tempo em que Ele passou a exisitir (como que utilizando uma linha do tempo) uma vez que a Sua existência não é possível de ser medida em tempo, não estando Ele submetido a ela.[nota 2] Além, vale também lembrar que antes do Universo natural ter sido criado, a escala de tempo de referência que poderíamos utilizar (isto é, a escala "natural" que usamos correntemente) não existia, uma vez que o tempo está instrisicamente unido ao espaço, e este mesmo não existia.

A este mesmo aspecto está ligado o argumento cosmológico Kalam, isto é, que para que o tempo viesse a existir, algo antes do tempo vir a existir e, portanto, fora do tempo (isto é, atemporal) seria necessário, e Deus se enquadra perfeitamente nestes termos.

Deus é eterno Edit

Deus é incriado Edit

Deus é imutável Edit

Deus é inatribuível Edit

Esta característica está implícita em todo o "ser Deus", sobretudo no quesito de ser imutável e eterno. Isso significa que não se atribui valores ou características a Deus, e Suas características não dependem do ponto de vista de cada um (i.e. não são relativos).

Por exemplo, uma pessoa humana pode ser legal para um e ao mesmo tempo chato para outro. Isso, todavia, não funciona com Deus; se Ele é amor, então Ele é amor para todos, independente da opinião de cada um.

Isso também é significativo quando se considera o atributo de Deus de ser incriado, isso porque toda vez que um artífice cria um deus (tal como ocorreu com todos os deuses pagãos), ele atribui valores a esse deus (por exemplo, ele afirma que a obra de suas mãos foi o responsável pela criação do Universo, que é perfeito e santo, etc.), o que não é válido, de maneira nenhuma, para o Deus judaico/cristão.

Deus é perfeito e santo Edit

Deus é trino e unoEdit

Um dos grandes mistérios com relação à natureza de Deus e que só veio a ser revelado no Novo Testamento é a sua Trindade, o Deus que é um e é três ao mesmo tempo.

Deus é o maior ser de tudo Edit

Num resumo de todas as características de Deus, vem esta: Deus está acima de tudo e de todos, seja nesse Universo (natural), seja fora dele (no mundo espiritual), seja em idéias (não se pode conceber mentalmente algo ou alguém maior que Deus sem que isso implique em incoerências lógicas ou mera inexistência real deste ser concebido). Deus é superior a todas as coisas, e bem assim os seus pensamentos e seus caminhos.(Is 55:8-9)

Deus não é totalmente compreensível Edit

Um dos conhecimentos mais bem difundidos (e corretamente difundidos) é de que Deus é tão superior que jamais a capacidade humana, por mais que venha a conseguir chegar à uma idéia bem próxima da realidade do Senhor, jamais a obterá totalmente (ao menos, não em vida na Terra), isto é, Deus é inescrutável, o que significa imensurável, inencontrável, impossível de ser inteiramente entendido (Is 40:28; Sl 145:3; Rm 11:33-34)[2].

Nota-se, porém, que isso não é plausível como desculpa frente aos problemas de lógica propostos por ateus (os argumentos contra a existência de Deus). O fato de Deus ser imensurável não significa que Ele tenha propriedades logicamente incompatíveis.

Deus é simples Edit

Nota-se que o fato de Deus ser o maior ser de tudo não significa que Ele seja um ser complicado - até porque, tecnicamente, se Deus é o maior ser de tudo, Ele também é simples, pois não seria tão grande se, sendo tudo o que é, fosse complicado, uma vez que ser grande e simples ao mesmo tempo é superior ao ser grande e complicado concomitantemente.

Atributos morais de Deus Edit

Atributos morais de Deus são aqueles que existem tanto nEle quanto nos seres humanos, que criou, apesar de, em Deus, eles sempre estarem em maior grau, grau de perfeição plena.

Deus é amor Edit

Deus é bom Edit

Este é um dos atributos de Deus que mais causam desentendimentos na área da filosofia da religião, estando diretamente relacionado à existência do mal.

A bondade de Deus esta diretamente relacionada à sua misericórdia e, embora pouco seja falado (sobretudo nas áreas críticas), com a sua justiça. A expressão "Deus é bom" é corrente na Bíblia, havendo um salmo que praticamente se dedica a glorificar a Deus por esta qualidade, repetindo seguidamente as frases: "porque Deus é bom, e porque a sua misericórdia dura para sempre."[fonte?]. Pode-se chamar Deus de "totalmente bom", embora isso seja uma redundância, para se ressaltar que em Deus não há maldade alguma, i.e., Deus nunca age por maldade. A Bíblia, todavia, fala que Deus envia o mal para os seres humanos (Jó 2:10), no entanto Ele nunca o faz num ato de maldade, mas sim por bondade (como se pode dizer, "para um bem maior") e por justiça. Dessa forma, a existência do inferno como punição eterna - que usualmente é tido como um ato de maldade - é, na verdade, um ato de bondade e justiça para aqueles que se fizeram por merecer uma recompensa, a vida eterna. Dessa forma, é perfeitamente compatível a existência da punição eterna no inferno com a bondade de Deus, contrariando a afirmação ateísta com relação ao problema do inferno.

Deus é misericordioso e clemente Edit

Deus é compassivo Edit

Deus é paciente e lento em irar-se Edit

Deus é a verdade Edit

Deus é fiel Edit

Deus é justo Edit

Deus é zeloso Edit

Outros atributosEdit

Existem outros atributos de Deus que podem ser mencionados, e que remotam à área de intelectualidade e características peculiares.

Deus é sábio Edit

Atributos divididos Edit

Alguns atributos de Deus são particulares à alguma pessoa em particular da Trindade.

Pai Edit

Deus é espírito Edit

Filho (Jesus) Edit

Filho de Deus Edit

Quando Jesus ascendeu aos céus, Ele o fez em seu corpo físico que, para que não viesse a destruir-se com a ausência de pressão no espaço sideral, foi transformado em corpo glorificado como o é até hoje. Este corpo ainda possui as marcas dos cravos da cruz, de modo que este serve como "carteira de identidade" de Jesus, algo muito importante quando se trata de reconhecer a veracidade de algum espírito que se apresenta como sendo Jesus.

Autor e consumador da fé Edit

Características importantes Edit

Apesar de não serem atributos propriamente ditos, Deus possui algumas características que são relativamente importantes e que também ajudam na compreensão de quem é Deus.

Autor da vida Edit

Como Criador de todas as coisas, Deus é o autor da vida, tanto a natural (na sua Criação) como a total, sendo Ele mesmo a vida primordial.

Dono e juiz da vida Edit

Como Criador da vida, Deus também é o seu juiz e, por fim, dono. Isso significa que Deus possui total autoridade sobre a vida, de modo que pode dar a vida ou tirá-la e, sendo ela Sua própria possessão, pode fazê-lo sem deixar de ser benigno. Esta é uma das características mais ignoradas por críticos anti-cristãos (ou anti-teístas) quando em suas tentativas de afirmar que Deus não é totalmente bom, mencionando passagens bíblicas em que Deus condena algum indivíduo à morte.

Deus é uma pessoa Edit

As característicsa do ser "Deus" não definem "como Deus é", tal qual os atributos, mas "quem Deus é" em Sua essência. A característica mais relevante de Deus é que Ele é uma pessoa. Isso significa que Ele tem sentimentos, Ele tem desejos, Ele tem anseios e muitas das outras características que um ser "pessoa" possui. A compreensão desta característica é fundamental quando um indivíduo anseia por uma relação pessoal com Deus, pois ele deve tratá-Lo como sendo dessa forma, e então terá liberdade para desfrutar de uma relação real entre dois seres que são pessoas. Essa característica também revela que Deus anseia por comunhão com os seres humanos, impelindo o crente a falar com o Senhor constantemente. Quando Deus não é considerado como uma pessoa, mas como algo distante, inatingível, necessitando-se de mediadores humanos para chegar-se a Ele (algo que ocorre no Catolicismo no que diz respeito à confissão perante um padre ou o culto aos santos), a relação entre Deus e os seres humanos praticamente deixa de existir.

Notas Edit

  1. Em outras palavras: "Algo é possível de ser feito?" "É." "Então Deus pode fazê-lo". "Algo é possível de ser criado?" "É." "Então Deus pode criá-lo." E semelhantemente: "É possível Deus pecar?" "Não é." "Então Deus não pode pecar."
  2. Note, porém, que isso aplica-se provavelmente apenas ao Deus Pai. O próprio mundo espiritual possui datação de tempo, medido em eternidades.

Referências Edit

  • Bíblia de Estudo Pentecostal, por Donal C. Stamps, versão Almeida Revista e Corrigida, Casa Publicadora das Assembléias de Deus

Veja também Edit

Around Wikia's network

Random Wiki