FANDOM


Mais sobre este artigo:
Filme logo1 Vídeos selecionados

O argumento dos números (naturais) é um argumento para a existência de Deus. Sobre ele, o filósofo cristão Alvin Plantinga escreve:[1]

Parece plausível pensar que números são dependentes de ou mesmo constituídos por atividade intelectual; de fato, alunos parecem sempre pensar neles como "ideias" ou "conceitos", como dependentes, de alguma forma, de nossa atividade intelectual. Assim se não houvesse nenhuma mente, não haveria nenhum número. (De acordo com Kroneker, Deus fez os números naturais e o homem fez o resto - não exatamente certo se o argumento dos conjuntos está correto.) Mas, novamente, há muitos deles para que eles surgir como resultado da atividade intelectual humana. Considere, por exemplo, a seguinte série de funções: 2 lambda n é dois na segunda na segunda .... na segunda n vezes. O segundo membro é ##2(n); o terceiro 3#2(n), etc. (Veja The Mathematical Gardener, o ensaio por Knuth.) 6**2(15), por exemplo, seria um número muitas vezes maior do que qualquer ser humano poderia entender. (...) Nós deveríamos então entendê-los como entre as ideias de Deus. Talvez, como Christopher Menzel sugere (edição especial de Faith and Philosophy), eles são propriedades de grupos equinúmeros, one propriedades são conceitos de Deus.

Referências


Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.