FANDOM


O argumento do dever de amar ao semelhante é um argumento para a existência de Deus sugerido por William Lane Craig e J. P. Moreland que pode ser resumido da seguinte maneira:[1]

  1. Temos o dever moral de amar aos nossos semelhantes como a nós mesmos.
  2. Se Deus não existe, então nossos semelhantes são apenas animais.
  3. Se os nossos semelhantes forem apenas animais, então não teremos nenhum dever moral de amá-los como a nós mesmos.
  4. Deus não existe (premissa condicional).
  5. Logo nossos semelhantes são apenas animais.
  6. Logo não temos nenhum dever moral de amar nossos semelhantes como a nós mesmos.
  7. Logo temos o dever moral de amar aos nossos semelhantes como a nós mesmos e não temos nenhum dever moral de amar nossos semelhantes como a nós mesmos.
  8. Logo, se Deus não existir, temos o dever moral de amar aos nossos semelhantes como a nós mesmos e não temos nenhum dever moral de amar nossos semelhantes como a nós mesmos.
  9. Logo, não há Deus não existe.
  10. Logo, Deus existe.

Referências

  1. Craig, William Lane; et al.. Filosofia e Cosmovisão Cristã (em <Língua não reconhecida>). 1. ed. [S.l.]: Vida Nova, 2005. p. 65. ISBN 9788527503334.



Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.