Fandom

Teonis Wiki

Argumento da mudança

976pages on
this wiki
Add New Page
Talk0 Share

O argumento da mudança é um argumento para a existência de Deus. Sobre ele, o filósofo cristão Peter Kreeft escreve:[1]

O mundo material que conhecemos é um mundo de mudança. Uma dada mulher veio a ter 5'2" [de altura], mas ela nem sempre foi daquela altura. O grande carvalho diante de nós cresceu da mais diminuta semente. Agora quando alguma coisa vem a ser num determinado estado, tal como tamanho, aquele estado não pode trazer-se à ser. Porque até ele vir a ser, ele não existe, e se ele não existe, não pode causar nada.

Quanto à coisa que muda, apesar de ela poder ser aquilo que irá se tornar, ela ainda não é o que irá se tornar. Ela existe agora mesmo neste estado (uma semente); ela vai realmente existir naquele estado (grande carvalho). Mas ela não está neste estado agora. Ela apenas possui a potencialidade daquele estado.

Agora uma pergunta: para explicar uma mudança, nós podemos considerar a coisa mudando apenas, ou outras coisas também precisam estar envolvidas? Obviamente outras coisas precisam estar envolvidas. Nada pode dar a si mesmo o que ela não possui, e a coisa mudando não pode ter agora, já, o que ela virá a ter depois. O resultado da mudança não pode realmente existir antes da mudança. A coisa mudante começa com apenas o potencial de mudar, mas é preciso que outras coisas ajam sobre ela para que aquele potencial seja realizado. Caso contrário, ela não pode mudar.

Nada muda a si mesmo. Coisas aparentemente auto-movedoras, como corpos animais, são movidos por desejo ou vontade - algo mais do que apenas moléculas. E quanto o animal ou humano morre, as moléculas permanecem, mas o corpo não mais move porque o desejo ou vontade não está mais presente para movê-lo.

Agora, uma outra questão:

As coisas que estão fora da coisa que está mudando também estão mudando? Estão os seus movedores também movendo? Se é assim, todas elas estão necessitando agora mesmo de serem agidas por outros coisas, ou de outra forma elas não podem mudar. Não importa quantas coisas há na série, todas elas precisam de algo fora delas mesmas para realizar a sua potencialidade de mudar.

O universo é a soma total de todas essas coisas mudantes, seja quantas muitas elas forem. Todo o universo está em processo de mudança. Mas nós já vimos que mudança em qualquer ser requer uma força de fora para realizá-la. Logo, há uma força fora (em adição a) do universo, um ser real transcendente ao universo. Essa é uma das coisas entendidas como "God."

Resumidamente, se não há nada fora do universo material, então não há nada que pode causar o universo a mudar. Mas ele muda. Logo, deve haver alguma coisa em adição ao universo material. Mas o universo é a soma de toda a matéria, espaço e tempo. Essas três coisas dependem uma das outras. Logo esse ser fora do universo está fora da matéria, espaço e tempo. Não é uma coisa que muda; é a fonte não mudante da mudança.

Assim definido, trata-se de um argumento bastante próximo do argumento cosmológico do movedor imóvel de Aristóteles.

Referências

  1. Kreeft, Peter J.. The Argument from Change (em inglês). The Official Peter Kreeft Site[1]. Página visitada em 2 de janeiro de 2011.


Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.