Fandom

Teonis Wiki

Argumento da falta de inerrância bíblica

976pages on
this wiki
Add New Page
Talk0 Share
Mais sobre este artigo:
Filme logo1 Vídeos selecionados

O argumento da falta de inerrância bíblica (ou "falta de inerrância na Bíblia") é um argumento contra o Cristianismo através da Bíblia. De acordo com este argumento, se a doutrina de inerrância bíblica é falha, então devemos ignorá-la por completo a fim de evitar uma posição falaciosa (cherry picking) sobre ela, bem como viver na falta de certeza sobre quais as suas alegações teológicas que são verdadeiras e quais são as falsas.[1] Aparentemente este argumento foi usado por Dan Barker[1] e Bart Ehrman[fonte?] como justificativa para não só negarem o Cristianismo como também todo o teísmo, tornando-se ateus.

O argumento pode ser resumido da seguinte forma:

  1. Se a Bíblia não é inerrante, então não há como saber quais são suas partes verdadeiras e quais as falsas.
  2. Se não há como saber quais as partes verdadeiras e quais as partes falsas da Bíblia, então esta deve ser descartada por completo.
  3. A Bíblia não é inerrante.
  4. Logo, não há como saber quais são suas partes verdadeiras e quais são suas falsas.
  5. Logo, a Bíblia deve ser descartada por completo.

O argumento falha porque ambas as suas primeiras premissas estão erradas. É perfeitamente plausível que consigamos saber quais as partes verdadeiras da Bíblia e quais as suas falsas usando, por exemplo, de confirmações externas (e.g. argumentos para a existência de Deus demonstrando que os atributos que a Bíblia alega que este ser tem estão corretos, dessa maneira mostrando que sobre isso ela está correta). Outra maneira de se burlar o problema é partindo do pressuposto de que a Bíblia está certa em todas as suas partes até que se prove o contrário (uma posição similar ao que se tem nos casos jurídicos, sendo viável pelos mesmos motivos daqueles, bem como aceitável para alguém que crê na sua inspiração divina ou acredita que as atestações da história e da arqueologia dão credibilidade suficiente ao livro para que se o tenha dessa maneira); neste caso, alguém só abandonaria partes específicas da Bíblia uma vez que ficasse claro que ela está errada naquela parte, podendo ficar com o resto sem maiores problemas.

A segunda premissa também falha porque o fato de que não temos toda a certeza sobre se dada parte da Bíblia é verdadeira ou falsa não implica que ela é falsa ou que ela é imerecedora e estudos futuros: como apontado anteriormente, mesmo que uma dada parte perca a credibilidade que a inerrância bíblica trairia esta pode ter sua veracidade atestada por métodos além da inerrância bíblica, como atestação arqueológica. Nota-se isso nos estudos científicos de arqueologia e história que não pressupõem a inspiração divina e tampouco a inerrância bíblica e que, todavia, atestam para a credibilidade histórica da Bíblia.

Referências

  1. 1.0 1.1 Shamelessly Atheist (25 de janeiro de 2007). William Lane Craig's worthless apologetics (em inglês). Rantings of a true-blue atheist.... Página visitada em 22 de dezembro de 2010.


Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.