FANDOM


O argumento da existência de um universo ateísta é um argumento contra a existência de Deus que afirma que o universo, tal como é conhecido, constitui-se em evidência contra Deus por ser exatamente como ele deveria ser caso Deus não existisse.[1] Talvez a mais célebre manifestação desse argumento seja nas palavras de Richard Dawkins:

O universo que observamos possui precisamente as propriedades que nós deveríamos esperar se não há, no fundo, nenhum design, nenhum propósito, nenhum mal ou bem, nada além de indiferença cega e sem piedade.
Dawkins, Richard; River out of Eden pg. 131-32

Avaliação Edit

Neste argumento, as premissas cruciais serão aquelas que procurarão demonstrar que não apenas o universo possui certas propriedades, mas que tais propriedades seriam esperadas dado o naturalismo mas não o teísmo. Caso isso fosse feito com sucesso, ainda assim o argumento seria falho caso não fosse capaz de explicar apropriadamente todas aquelas outras propriedades do universo que, argumenta-se, são mais prováveis dado o teísmo do que o naturalismo, isso porque a hipótese teísta é perfeitamente compatível com uma série de coisas que serim igualmente compatíveis ao naturalismo (como a aparência da existência de disperdícios de matéria e de males gratuitos), mas o mesmo não é o caso para o naturalismo. Uma analogia: enquanto um quarto contendo apenas coisas desorganizadas poderia ser tido como uma boa evidência de que uma pessoa organizada não reside (ou exerce influência organizacional) ali, o mesmo não procederia caso apenas metade das coisas estivessem desorganizadas e as demais, organizadas, isso porque a existência de alguma desorganização é perfeitamente compatível com a influência de uma pessoa organizada - ela pode estar em processo de organizar o resto, ou simplesmente é o caso que mesmo pessoas organizadas não conseguem organizar absolutamente tudo. Nesta situação, alguém defendendo a inexistência de tal pessoa organizada deveria ser capaz de explicar apropriadamente a tal metade de coisas organizadas em face da sua hipótese, uma vez que apenas apontar para a metade desorganizada não mais seria suficiente para defender tal visão. De igual maneira, a menos que se conseguisse apropriadamente responder às evidências de teísmo no universo, o argumento da existência de um universo ateísta poderia ser tido, na melhor das hipóteses, como um bom porém fraco argumento para o ateísmo/naturalismo.

Referências

  1. Mastin, Luke (2011). Other Arguments for Atheism - Naturalism Predicts the Real Universe (em inglês). Arguments for Atheism. Página visitada em 18 de fevereiro de 2015.



Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.