FANDOM


Nota: Este artigo diz respeito ao argumento da descrença de Theodore Drange. Se procuras pelo argumento da descrença de J.L. Schellenberg, procure por argumento da ocultação divina.
Mais sobre este artigo:
Filme logo1 Vídeos selecionados

O argumento da descrença ou da existência de descrença é um argumento formulado pelo filósofo Theodore Drange que, ao contrário do similar argumento de ocultação divina, alega que toda a descrença em Deus, não só a racional, constitui evidência contra Sua existência.[1] O site The Freethought Zone elucida tal argumento da seguinte maneira:[2]

Outra razão para acreditar que a versão de deus dos teístas não existe é o Argumento da Descrença que procede da seguinte maneira: o deus dos teístas é um deus benevolente que retribui crentes e pune descrentes; tal deus iria desejar que todos fossem crentes. Já que tal deus também é onipotente, ele facilmente deveria ser capaz de convencer descrentes a crer. Daí então segue que se a versão de deus dos teístas existe, não haveria descrentes. Há, todavia, muitos descrentes no mundo. Logo, este deus não existe.

Referências

  1. Lowder, Jeffrey Jay. The Argument from (Reasonable) Nonbelief (em inglês). Infidels. Página visitada em 22 de dezembro de 2010.
  2. Arguments for Atheism: Argument from Nonbelief (em inglês). The Freethought Zone. Página visitada em 16 de março de 2011.


Argumentos contra o Teísmo

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.