FANDOM


O argumento de Richard Dawkins para a evolução é um argumento para a evolução formulado pelo biólogo ateu Richard Dawkins em seu livro O Relojoeiro Cego.

O argumento pode ser resumido da seguinte maneira:

  1. Nós não sabemos de nenhuma objeção irrefutável quanto a ser biologicamente possível que toda a vida veio a existir por meio de processos darwinianos não guiados.
  2. Toda a vida veio a existir por meio de processos darwinianos não guiados.[1]

Avaliação Edit

O argumento é inválido porque consiste numa falácia non sequitur. O filósofo Alvin Plantinga comenta:[1]

Filósofos algumas vezes propõe argumentos inválidos (eu mesmo já propus alguns); poucos daqueles argumentos revelam a real distância colossal entre premissa e conclusão mostrado por este. Eu chego ao escritório departamental e anuncio que o chefe do setor recém me autorizou um aumento de $50,000 para mim; naturalmente ele deseja saber porque eu penso assim. Eu digo a ele que nós não conhecemos nenhuma objeção irrefutável quanto a ser possível que o chefe do setor tenha feito isso. Minha suspeita é que ele gentilmente sugeriria que já é passada a hora de eu me aposentar.

Referências

  1. 1.0 1.1 Alvin Plantinga (2007). The Dawkins Confusion — Naturalism ad absurdum Books & Culture, a Christian Review. Página visitada em 2 de março de 2007. Artigo completo aqui.



Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.